Entidades incentivam logística reversa do óleo de cozinha

no Estado de São Paulo

Em live realizada no Dia do Consumo Consciente (15/10), a Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (ABIOVE), a APAS - Associação Paulista de Supermercados, a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) e o Sindicato da Industria de Óleos Vegetais (SINDOLEO) anunciaram parceria inédita entre indústria e varejo para estimular a economia circular e reforçar a conscientização sobre a reciclagem do óleo de cozinha usado.


Este acordo entre as entidades de apoio ao Programa Óleo Sustentável, promovido pela ABIOVE e o SINDOLEO cujo objetivo é o incentivo e a promoção da coleta e reciclagem do óleo de cozinha usado - é um novo passo para a logística reversa do produto, trazendo o varejo como um grande incentivador para que o consumidor final tenha mais facilidade de encontrar pontos de entrega voluntária do óleo de cozinha e contribua para sua correta destinação.


"Sendo um resíduo de alto valor agregado, a logística reversa do óleo vegetal ganha mais importância a cada dia que passa. E com essa nova parceria entre indústria e varejo é possível que todos coloquem o conceito de economia circular em prática", ressaltou André Nassar, presidente da Abiove, durante a live.


De acordo com a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB), o sistema de logística reversa de óleo de cozinha usado não é obrigatório no âmbito federal, mas está incluído nas resoluções estaduais em São Paulo. Visando isso, a ABIOVE, SINDÓLEO, APAS e FecomercioSP assinaram um Termo de Compromisso no final de 2020, com metas anuais de recolhimento e destinação do resíduo, instalação de pontos de entrega voluntária, distribuição geográfica das ações no estado, além de iniciativas de educação ambiental e comunicação. A meta para este ano é coletar 700 mil litros e chegar a um milhão em 2024.


O varejo pode aderir de duas maneiras: i) cedendo espaço para a instalação de um ponto de entrega voluntária e divulgando este sistema aos consumidores como medida de conscientização e educação ambiental, visando eficácia do sistema, e II) sendo um ponto de divulgação comprometendo-se com ações de divulgação do sistema por meio de informações veiculadas em banners no interior do estabelecimento, junto à prateleira de óleo vegetal, nas mídias sociais e canais digitais.


Para a Fecomércio a iniciativa ressalta a importância do varejo na economia circular. "Com essa parceria nós levamos informações de como os varejistas e comerciantes podem participar do programa e assim conseguimos cumprir as metas que estão no termo de compromisso", afirmou Alexsandra Ricci, assessora técnica do Conselho de Sustentabilidade na FecomercioSP na live.


"Embora a coleta e a destinação do óleo de cozinha já sejam feitas nos supermercados, não havia um sistema que integrasse a informação e padronizasse a comunicação. A partir desse projeto, o supermercadista terá gratuitamente um amplo material para os espaços dedicados à reciclagem nas lojas, estimulando e conscientizando os consumidores e cumprindo com facilidade as metas definidas no Programa", destaca Thiago Pietrobon, assessor técnico do comitê de sustentabilidade da APAS.


Os materiais de comunicação produzidos especificamente para os varejistas que assinarem ao Termo de Adesão estarão disponíveis em breve no portal da Fecomércio e são gratuitos. Já a live na integra está disponível em: https://youtu.be/4VgcUWB1UBU




ORGANIZADORES

EMPRESAS PARTICIPANTES